Notícias

Rota do Atlântico foi case no Cômite da Amcham

Gestão de Pessoas RH

Rota do Atlântico foi case no Cômite da Amcham

Em um cenário de instabilidade econômica, organizações não se deixam abater pelo mau tempo e driblam as dificuldades investindo em gestão de pessoas. É o caso da Concessionária Rota do Atlântico. Por três anos consecutivos - período em que se registrou a pior recessão da história do País, com a queda sucessiva do Produto Interno Bruto (PIB) -, a empresa responsável pela administração da via expressa de acesso a Suape e ao Litoral Sul do Pernambuco conseguiu destaque no ranking das Melhores Empresas para se Trabalhar em Pernambuco (GPTW).    

O bom desempenho da Rota do Atlântico foi case do Comitê de Gestão de Pessoas da Câmara Americana de Comércio (Amcham), realizado na manhã da última sexta-feira (19/01), no Recife. Na ocasião a gestora de Recursos Humanos da Concessionária, Natalie Dowsley, falou sobre as boas práticas que incentivam a produtividade e fortalecem a cultura organizacional. “É justamente nos momentos de incertezas econômicas que aumenta nosso desafio no cumprimento de metas, busca por inovação e por soluções que caibam em orçamentos mais enxutos. Só é possível atingir esses objetivos investindo na motivação das pessoas”, destaca Natalie. 

Entre as iniciativas da Rota do Atlântico apresentadas durante o evento está o Clube da Leitura – uma biblioteca colaborativa que incentivo a leitura, com doação de livros feita pelos próprios integrantes, após um acervo inicial adquirido pela concessionária. “Começamos com 72 livros e hoje contamos com mais de 1 mil”, conta Natalie. Além do caráter cultural, com o projeto é trabalhado também o valor da confiança, uma vez que não é necessária nenhuma formalização para o empréstimo.  Outro projeto da Rota do Atlântico citado pela gestora foi o Conte um Conto, um concurso anual que estimula a produção literária. 

A programação da Amcham contou também com a participação do coordenador de Recursos Humanos da DHL Logística, Raphael Araújo, e de Rejane Pesteado, da Accenture.   

 
voltar