Notícias

Rota do Atlântico comemora 3 anos de operação plena com redução de 67% no número de acidentes

segurança viária balanço Operacao

Rota do Atlântico comemora 3 anos de operação plena com redução de 67% no número de acidentes

A Concessionária Rota do Atlântico comemora nesta quarta-feira (04) 3 anos de operação completa da via expressa de acesso a Suape a ao Litoral Sul conquistando uma redução de 67% no número de acidentes de trânsito. Ao longo do seu primeiro ano de operação, em 2014, foram registradas 223 ocorrências. Em 2016 o balanço foi de 73 acidentes.  Já em 2015 foram 99 registros.  O número de vítimas envolvidas nesses acidentes também registrou redução: foram 83 pessoas acidentadas em 2014, 54 em 2015 e 39 em 2016.  

Os investimentos em sinalização, manutenção e monitoramento viário contribuem para os indicadores positivos de segurança e garantiram às rodovias que compõem a Rota do Atlântico (PE-009 e VPE-052) a classificação como as mais bem avaliadas no Norte e Nordeste na última pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT). As vias foram as únicas que receberam conceitos ótimo e bom e todos os quesitos avaliados no levantamento: estado geral, pavimento, sinalização e geometria da via. 

 Para o presidente da Rota do Atlântico, Elias Lages, o principal desafio para continuar declinando as ocorrências de acidentes é o fator imprudência. “Estradas em boas condições podem deixar o motorista mais seguro para correr e fazer manobras arriscadas e imperícias. Esse mau comportamento no trânsito é a causa da maioria dos acidentes”, avalia Lages. 

Estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) reforça que os acidentes de trânsito são uma das principais causas de morte no Brasil, com o registro anual de cerca de 42 mil óbitos e 170 mil internações pelo Sistema Único de Saúde. “A redução desses casos depende de uma série de ações, mas a principal está associada a conscientização para o comportamento seguro”, considera Elias Lages, complementando que a concessionária desenvolve um programa de educação para estimular o respeito às leis de trânsito. 

As ações educativas são realizadas através de Programa Cidadania na Pista, com blitzes educativas que visam sensibilizar motoristas para evitar imprudências no trânsito, como excesso de velocidade e consumo de álcool. Desde o início da operação, mais de 2 mil motoristas foram atendidos pela iniciativa, que também oferece gratuitamente exames básicos de saúde e revisões veiculares. 

OPERAÇÃO 24H -  Com 49 câmeras distribuídas ao longo da via, a equipe do Centro de Controle Operacional da Rota do Atlântico monitora todo trecho com cerca de 44 quilômetros de vias concessionadas, com apoio em caso de emergência, como socorro médico ou mecânico. 

Ao longo do ano de 2016 o Serviço de Auxílio ao Usuário (SAU) da Rota do Atlântico realizou 1.558 atendimentos de socorro mecânico. Durante o período 1.760 veículos precisaram ser removidos da via para garantir a segurança viária. A equipe de resgate do SAU realizou 160 socorros médicos, que incluem atendimentos a vítimas de acidentes e a usuários que têm algum mal subido enquanto trafegam na via.   

 

O SAU pode ser acionado 24 horas, pelo telefone gratuito 0800.031.0009 ou pelo Whatsapp (81) 98133-9650, onde também são fornecidas informações sobre condições de tráfego. Esse serviço funciona com o suporte de guinchos leve e pesado, ambulância com resgatistas e viaturas de inspeção de tráfego. A frota inclui, ainda, caminhão-pipa, equipes de limpeza e veículos para remoção de animais soltos na via.  

 

ROTA DO ATLÂNTICO – Com a obtenção da Ordem de Serviço em novembro de 2011, concessionária iniciou o contrato de concessão há 5 anos para administração do Complexo Viário e Logístico de Suape, iniciando então a fase pré-operacional, já com oferecimento de serviços aos usuários que trafegavam pela via mesmo antes no início da cobrança de tarifa de pedágio. 

 

 

 
voltar